Conflitos Familiares

Conflitos Familiares

 - Encontrando a Paz
Você está aqui: Desafios da Vida >> Conflitos Familiares

Conflitos Familiares – O que são?
Conflitos familiares são tão variados quanto as pessoas envolvidas. O tumulto pode resultar de um marido que é viciado pelo trabalho e cuja esposa se sente sozinha e rancorosa dele e do trabalho que o afasta dela; pode resultar de filhos que são uma fonte contínua de conflito familiar e provocação por causa das técnicas de criação inconsistentes dos pais; pode resultar de famílias misturadas nas quais um padrasto ou madrasta ainda não foi aceito; ou pode resultar de parentes estão sempre interferindo na vida familiar. Já em outros lares, casais e famílias são destruídos por causa de abuso verbal, emocional e físico.1

Se você se encontra em um conflito familiar, saiba que há esperança para a sua situação, quer você seja o problema que está causando conflito no seu lar ou não.

Conflitos Familiares – Uma história pessoal
Antes de me tornar Cristã, eu vivi por dez anos com um alcoólatra que era abusivo, tanto verbalmente como emocionalmente. Quando não pude aguentar mais os conflitos, eu abandonei a ele e ao meu estilo de vida vazio. (Eu fumava maconha e cigarros e bebia muito).

Depois que eu saí de vez, eu achei que com o tempo minhas cicatrizes emocionais iriam sarar, mas depois de casar, eu descobri que tudo ainda estava muito dolorido e ferido. O meu marido e eu só pudemos resolver os conflitos que surgiram no nosso casamento depois de muita paciência, amor, oração e confiança.

Se apenas você estiver procurando por soluções ao conflito de família, ou se o seu cônjuge e parentes também querem harmonia, há passos que você pode começar a seguir imediatamente para começar a mudar o seu próprio comportamento e a sua resposta ao comportamento de outras pessoas.

Conflitos Familiares – Criando harmonia no seu lar
Eu não só trouxe a dor da vida com um alcoólatra ao meu casamento, eu descobri que meu próprio egoísmo e orgulho são causas de conflito na família (Tiago 4:1-10). Ao tentar me livrar dos dois, Deus me deu sabedoria (Tiago 3:13-18, Colossenses 3:16) durante os meus estudos bíblicos pessoais para perceber que não estava usando as estratégias listadas abaixo.2 Eu comecei a praticá-las em meu relacionamento com meu esposo e família e percebi que são extremamente efetivas quando praticadas diligentemente, com energia e com muita oração.

  • Treine-se a acreditar no melhor sobre seu cônjuge e família (1 Coríntios 13:7). Ao invés de achar que seu marido deixou as meias no chão – de novo—só para lhe provocar, lembre-se que ele teve um longo dia no trabalho para prover financeiramente para a família e que ele provavelmente esqueceu de apanhar as meias do chão.

  • Conte suas bençãos (Filipenses 4:6, Colossenses 3:17). Ao invés de reclamar sobre o que você não tem, lembre-se, com gratidão, do que você tem.

  • Quando com sua família, procure ajudar, dar conforto, ser um encorajamento e uma companhia agradável (Mateus 7:12, Tiago 3:8-10). Se você praticar oferecer ajuda, conforto e encorajamento, assim como ser educado e energético, você provavelmente vai perceber que sua família vai reagir da mesma forma de volta com você e entre si.

  • Admita quando estiver errado – e esteja disposto a pedir por perdão (Tiago 1:19-20, Efésios 4:26-27, Provérbios 29:11). Você não só vai consertar um problema no relacionamento, mas você vai também ser um exemplo ao seu cônjuge, filhos e família.

Conflitos Familiares – Passos agressivos para quebrar o ciclo
Se sua situação for uma de conflitos de família que continuam a escalar severamente e estão sempre se repetindo, então você ou seu cônjuge talvez precisam explorar técnicas para controle da raiva ou, se os filhos são a causa dos conflitos, aprenda sobre como os pais devem controlar a raiva. Aconselhamento em família é uma opção quando todos vocês querem trabalhar como um time para resolver os problemas, e se o conflito no casamento é o problema, aconselhamento conjugal talvez seja o necessário para restaurar e fortalecer o amor um pelo outro.

Já que sabedoria de Deus é a fundação mais importante sobre a qual podemos construir vidas de amor e paz, vamos nos voltar à Bíblia para dissecar o ponto principal do conflito em família:

"Digo, porém: Andai pelo Espírito, e não haveis de cumprir a cobiça da carne. Porque a carne luta contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes se opõem um ao outro, para que não façais o que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são: a prostituição, a impureza, a lascívia, a idolatria, a feitiçaria, as inimizades, as contendas, os ciúmes, as iras, as facções, as dissensões, os partidos, as invejas, as bebedices, as orgias, e coisas semelhantes a estas, contra as quais vos previno, como já antes vos preveni, que os que tais coisas praticam não herdarão o reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade. a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito. Não nos tornemos vangloriosos, provocando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros" (Gálatas 5:16-26).

Como Deus pode me ajudar?

1 Se você estiver vivendo em uma situação abusiva, você deve procurar proteção e segurança. Deus estabeleceu autoridades (Romanos 13:1-5)—polícia, juízes e tribunais – para proteger a você e sua família do abuso. Sua segurança é importante para Deus e Ele deu a responsabilidade aos oficiais da lei para proteger a você e àqueles a quem você ama, assim como punir aquele que maltrata.

2 Um outro princípio para resolver conflitos é remover a palavra “mas” do seu vocabulário. Quando você diz essa palavra, você cancela tudo que foi dito antes. Seu pedido por desculpa é cancelado quando você fala um motivo – depois do “mas” – pelo qual você fez o que fez. Por exemplo: “Sinto muito por ter gritado, mas se você não fosse tão irritante, eu não teria que gritar“. Nesse exemplo, o importante é pedir desculpas pelo seu próprio comportamento, ao invés de estragar seu pedido de perdão com uma desculpa pelo seu comportamento e uma acusação.


Gostou dessa informação? Ajude-nos ao compartilhar esse artigo com outras pessoas usando os botões dos sites sociais abaixo. O que é isso?




Siga-nos:




English  
Social Media
Siga-nos:

Compartilhar:


Desafios da vida

Ninho vazio
Aconselhamento Familiar Cristão
Conflitos familiar
Vício de televisão
Perdoando a infidelidade
Aprenda a lidar com o Distúrbio do Déficit de Atenção (DDA)
Infidelidade Conjugal
Cuidando dos idosos
Aconselhamento conjugal Cristão
Conteúdo adicional ...

Deus existe cientificamente?
Deus existe filosoficamente?
A Bíblia é a verdade?
Quem é Deus?
Jesus é Deus?
Por que a fé cristã?
Como posso crescer com Deus?
Assuntos populares
Recuperação
 
 
 
Pesquisar
 
Add Conflitos Familiares to My Google!
Add Conflitos Familiares to My Yahoo!
XML Feed: Conflitos Familiares
Desafios da Vida Página principal | Sobre nós | Perguntas Frequentes | Mapa do Site
Copyright © 2002 - 2014 AllAboutLifeChallenges.org, Todos os direitos reservados.