Tudo Sobre os Desafios da Vida Sitting looking over grass hill - Tudo Sobre os Desafios da Vida Bandeira

Lidando com o Divórcio


Lidando com o divórcio – As estatísticas
Como a sociedade está lidando com o divórcio? Vamos dar uma olhada nos fatos. De acordo com o Departamento de Saúde dos Estados Unidos e com o Centro de Serviços Humanos para Controle e Prevenção de Doenças, a taxa anual de divórcio era 4.1 a cada 1000 habitantes em 2001, enquanto havia 8.2 casamentos a cada 1000 pessoas naquele mesmo ano. Uma simples conta revela que 50% dos casamentos acabam em divórcio. Em 2002, essa taxa melhorou um pouco para 3.9 divórcios a cada 8.1 casamentos. No entanto, em 2003, podemos ver os números piorando novamente: 4.0 e 7.9, fazendo a porcentagem como maior do que 50%. Esses números não incluem estatísticas de Califórnia, Havaí, Indiana, Luisiana ou Oklahoma. Apenas em Califórnia, apesar deles não revelarem as estatísticas de divórcio, as estimativas mostram que cerca de 60-75% dos casamentos acabam em divórcio. Na Inglaterra e em Gales, os números são um pouco mais altos. Em 2000, 267.961 pessoas se casaram, enquanto 141.135 se divorciaram. Isso representa uma taxa de divórcio de 52,6%.

Nos últimos 25 anos, todo estado americano tem decretado leis de divórcio "sem culpa", tornando o processo de divórcio mais fácil, mais rápido e sem carregar consigo qualquer implicação moral. As taxas de divórcio nos EUA quebraram recordes sob o sistema "sem culpa". Apesar de não podermos atribuir o acréscimo às mudanças jurídicas, grande parte deve acréscimo é devido às novas leis. Uma pesquisa de 1989 no estado de Virgínia achou forte evidência de que o divórcio "sem culpa" aumentou consideravelmente as taxas de divórcio em 38 estados. Essa pesquisa também achou evidência, mesmo que não tão forte, de que houve acréscimos em outros oito estados. O autor da pesquisa, o advogado e sociologista Thomas B Marvell, conclui: "Em média, as novas leis causaram um acréscimo de cerca de 20 a 25 por cento. Em nenhum dos estados avaliados, as novas leis ajudaram a diminuir a taxa de divórcio".


Lidando com o divórcio – Os custos financeiros
Muitas pessoas que estão tentando lidar com o divórcio acessam a internet para encontrar alguma forma de ajuda. É impressionante notar que os primeiros 100 sites da internet listados nos sites de busca estão tentando vender uma fórmula de como executar o divórcio, como conseguir um divórcio, ou serviços de como utilizar as leis dos divórcios. Os números a seguir são apenas um exemplo do que está circulando nos sites:

Para a mediação do divórcio, o custo é geralmente entre $1.000 e $5.000, dependendo da complexidade dos assuntos envolvidos e do nível de discórdia entre os cônjuges. Em média, o custo sai em torno de $2.500.

Em caso de divórcio litigioso, o céu é o limite! Cada pessoa paga pelo seu próprio advogado uma entrada de cerca de $1.500, e as taxas são ainda mais caras depois disso. É comum que os divórcios litigiosos custem entre $10.000 e $50.000 – por pessoa! Encontre a seguir algumas estimativas adicionais:

  • Divórcio de pouco conflito, com alguma negociação, mas sem contestar a decisão final do juiz, os dois cônjuges contratam advogados que cobram cerca de $350 por hora: $16.500.
  • Divórcio de contestação limitada, sem filhos, com julgamento sobre as questões financeiras: $45.000.
  • Divórcio com contestação sobre questões de custódia, que se resolve bem antes da data de julgamento: $75.000.
  • Contestação da custódia que procede ao julgamento: $150.000.
  • Contestação da custódia e assuntos financeiros que envolvem avaliadores de custódia de crianças e peritos sobre o valor de empresas, pensões, etc: $250.000.


Read Lidando com o Divórcio Page 2 Now!



O que você acha?
Todos nós pecamos e merecemos o julgamento de Deus. Deus, Pai enviou o Seu único Filho para satisfazer o julgamento por aqueles que creem nEle. Jesus, o Criador e eterno Filho de Deus, viveu uma vida sem pecado e nos ama tanto que morreu pelos nossos pecados, tomando sobre Si o castigo que nós merecemos, foi enterrado, e ressuscitou dos mortos, de acordo com a Bíblia. Se você realmente crê e confia nisso de coração, e escolher receber a Jesus como o seu único Salvador, declarando, "Jesus é o Senhor", você será salvo do julgamento e passará a eternidade com Deus no céu.

Qual a sua resposta?

Sim, eu quero seguir Jesus

Eu já sou um seguidor de Jesus

Ainda tenho dúvidas





Como posso conhecer a Deus?




Se você morresse, por que Deus deveria deixar você entrar no céu?


Direito Autoral © 2002-2020 AllAboutLifeChallenges.org, Todos os Direitos Reservados