Tudo Sobre os Desafios da Vida Sitting looking over grass hill - Tudo Sobre os Desafios da Vida Bandeira

Pai ou Mãe solteiro (a) - Apoio


Pai ou Mãe Solteiro (a) - Uma tarefa difícil
Não há dúvida de que ser um pai ou mãe solteiro (a) é uma das tarefas mais difíceis que existem. Se você for um pai ou mãe solteiro (a) devido ao divórcio, morte, ou por ter dado à luz fora do casamento, você está percorrendo um caminho difícil. O grau de dificuldade é o mesmo quer você tenha ou não a guarda das crianças. Cada família que tem um pai ou mãe solteiro (a) tem seus desafios peculiares.

É difícil equilibrar o trabalho, crianças, trabalho doméstico, atividades infantis e horários de visitação a escolas. Você também gostaria de ter algumas horas livres para suas próprias necessidades.

Certamente, dificuldade financeira é uma das maiores preocupações, principalmente para o pai ou mãe que tem a guarda. Infelizmente, as estatísticas sobre a ajuda financeira do pai ou mãe ausente deixam muito a desejar e pioram ainda mais as dificuldades. Além disso, no meio de cada uma dessas lutas, as crianças e as suas necessidades de atenção, tempo de qualidade, orientação e dos cuidados do dia-a-dia parecem ser esmagadoras. Parece que cada área da vida é um número de malabarismo.


Pai ou Mãe Solteiro (a) – As histórias
As histórias a seguir descrevem de pontos de vista diferentes algumas das dificuldades de ser pai ou mãe solteiro (a):

  • "Agora que meus filhos são grandes, eu olho para trás e me pergunto como é que a gente sobreviveu. Eu tinha dois filhos, um emprego que pagava pouco e um ex-marido que não fornecia qualquer ajuda financeira. Eu frequentemente tinha dois, às vezes três, empregos só para manter um teto sobre as nossas cabeças e um pouco de comida na mesa. Eu ainda tenho agonia da culpa. Por quê? Porque eu sei que a atenção e orientação que dei aos meus filhos deixaram muito a desejar. Eu não tinha família que me ajudasse. Já que eu tinha que trabalhar muitas horas apenas para sobreviver, eu não estava presente o bastante. No entanto, eu achei que Deus manteve Sua mão protetora sobre eles e me deu forças para resistir."

  • Como um pai solteiro que não tinha a custódia dos filhos, eu senti muito a sua falta com o passar dos anos. Tentei ser envolvido em suas vidas e tê-los comigo quando a mãe se sentia generosa ou precisava de uma babá. Mas não era o mesmo. Uma das coisas mais difíceis era o envenenamento que a mãe fez de suas mentes contra mim. Tudo que eu podia fazer era amá-los e ser envolvido tanto quanto possível. Minha ex-esposa é uma mulher sem escrúpulos, mas os tribunais não pareciam estar interessados nos "direitos do pai" para qualquer tipo de decisão. Na verdade, à medida que o meu filho se tornou mais difícil e rebelde contra a mãe, ela o colocou em um orfanato, fortemente recusando-se a deixar-me com ele. Após três anos, eu finalmente consegui ter custódia. Durante esse tempo, eu passei a fazer parte de um grupo de apoio através da minha igreja; esse grupo me ajudou a saber que eu não estava sozinho. Eles me ajudaram a ver que eu não podia deixar que a amargura me dominasse. Hebreus 12:15 diz: "...atentando, diligentemente, por que ninguém seja faltoso, separando-se da graça de Deus; nem haja alguma raiz de amargura que, brotando, vos perturbe, e, por meio dela, muitos sejam contaminados."
Esses pais tiveram duas situações muito difíceis. Nenhum dos dois desistiram, pelo contrário, eles puderam encontrar forças, esperança e alegria para o futuro. Você também pode, se procurar nos lugares certos.


Pai ou Mãe Solteiro (a) – Encontre ajuda
Uma das melhores coisas que um pai ou mãe solteiro (a) pode fazer é procurar por um bom sistema de apoio. Muitos pais ou mães que estão sozinhos estão muito longe de sua família. Se você não tiver o apoio de uma família amorosa, desenvolva relações especiais com outras pessoas. Estes relacionamentos podem ser com pessoas que se encontram na sua mesma situação ou com pessoas da sua igreja. Há muitos grupos de pais e mães solteiros (as) que ajudam uns aos outros a tomar conta das crianças, com passeios e outros serviços.

  • Junte-se ou dê início a programa de "adote um pai ou mãe solteiro (a)". Há muitas pessoas, por exemplo, avós e avôs que moram longe de seus netos, que gostariam de ajudar um pai ou mãe solteiro (a) com tarefas, transporte, tempo livre e a cuidar das crianças. Dê uma olhada nas igrejas de sua área.
  • Fale com um pastor sobre "jovens ajudantes" da igreja.
  • Acesse um grupo de apoio a pais e mães solteiros (as). Frequentemente, estes grupos têm passeios para família e adultos.
Deus pode lhe dar grande conforto em tempos de solidão e angústia. Deus diz que Ele nunca te deixará, nem te abandonará. Lembre-se que você pode utilizar a sua experiência para fortalecer os laços entre você e seus filhos. Peça a Deus para lhe dar força e orientação para criar os seus filhos da maneira que Ele quer, ao mesmo tempo ajudando-lhe a desfrutar e ter alegria em sua jornada.

Encontre esperança!

Sugestões de recursos:
Successful Single Parenting (by Gary Richmond)
Bringing Up Boys (by Dr. James Dobson)
The Financial Guide for the Single Parent(by Larry Burkett)



O que você acha?
Todos nós pecamos e merecemos o julgamento de Deus. Deus, Pai enviou o Seu único Filho para satisfazer o julgamento por aqueles que creem nEle. Jesus, o Criador e eterno Filho de Deus, viveu uma vida sem pecado e nos ama tanto que morreu pelos nossos pecados, tomando sobre Si o castigo que nós merecemos, foi enterrado, e ressuscitou dos mortos, de acordo com a Bíblia. Se você realmente crê e confia nisso de coração, e escolher receber a Jesus como o seu único Salvador, declarando, "Jesus é o Senhor", você será salvo do julgamento e passará a eternidade com Deus no céu.

Qual a sua resposta?

Sim, eu quero seguir Jesus

Eu já sou um seguidor de Jesus

Ainda tenho dúvidas





Como posso conhecer a Deus?




Se você morresse, por que Deus deveria deixar você entrar no céu?


Direito Autoral © 2002-2020 AllAboutLifeChallenges.org, Todos os Direitos Reservados