Tudo Sobre os Desafios da Vida Sitting looking over grass hill - Tudo Sobre os Desafios da Vida Bandeira

Vício de Comer


Vício de comer – Você é um viciado?
Vício de comer é um termo contemporâneo usado para descrever uma desordem patológica: o desejo compulsivo e excessivo de consumir alimentos. Esta condição não só é manifestada pela ingestão anormal de alimentos, mas também pelo desejo de consumir alimentos que são, em si mesmos, prejudiciais para o indivíduo. Embora a sociedade e a profissão médica tenham facilmente compreendido o alcoolismo e vício de drogas, é só nos últimos anos que existe uma igualdade na aceitação do fato de que as pessoas podem ser viciadas em comida da mesma forma. Quando qualquer substância é ingerida em excesso independente do seu potencial de dano à saúde, essa substância é encarada como um vício. Os indivíduos que usam essas substâncias ao extremo são viciados; estas pessoas tornam-se fisiologicamente e mentalmente dependentes dessas substâncias, neste caso os alimentos.

Basta fazer-se algumas perguntas importantes para determinar a sua dependência:

  • Você come quando não está com fome ou quando você se sente fraco ou deprimido?
  • Você come em segredo ou come na frente de outras pessoas de maneira diferente do que quando está sozinho?
  • Você consume grandes quantidades de alimento para depois causar vômito ou tomar laxantes para se livrar do excesso?
  • Existem alimentos que são prejudiciais para você, mas você os come mesmo assim? Você se sente culpado depois de comer?
Se você respondeu sim a qualquer uma destas perguntas, então você provavelmente é viciado em comida.


Vício de comer - Causas e Manifestações
Vício de comer, como acontece com qualquer outro vício, é uma perda de controle. O indivíduo compreende que a sua maneira de comer é prejudicial, mas continua com o comportamento destrutivo. O fenômeno do vício alimentar é algo fisiológico e psicológico.

Muitas pessoas têm o que pode ser denominado de "alergias alimentares". Trata-se de alimentos que quando ingeridos causam sintomas negativos e alterações no corpo, mas ao mesmo tempo provoca desejos. O indivíduo, por exemplo, o diabético, pode se sentir "doente" pela ingestão de açúcar, mas irá continuar a desejá-lo e comê-lo em excesso, e a sofrer efeitos adversos. Outros estudos também estão sendo feitos sobre certas proteínas do leite e do trigo que, quando ingeridas em grandes quantidades, produzem efeitos semelhantes aos de narcóticos. Esses indivíduos podem estar sofrendo de depressão, baixa auto-estima ou solidão, mas se sentirão melhor quando consumirem grandes quantidades de alimentos ou de certos alimentos, tais como sal ou chocolate. Esse sentimento de bem estar logo dá lugar ao sentimento de mal-estar ou de culpa, causando uma maior depressão. Porque o viciado está fora de controle, ele ou ela vai se virar mais uma vez para o consumo de comida de uma maneira consciente ou inconsciente, como um esforço para se sentir melhor.

Viciar-se em alimentos não depende de idade, raça, sexo e gênero. Eles podem estar acima do peso, de peso baixo ou de peso normal. O que todos têm em comum é sua obsessão por alimentos. A pessoa obesa sofre humilhação devido ao excesso de peso; talvez seja letárgica e sedentária, incapaz de se movimentar livremente. A pessoa de pouco peso pode ser bulímica; apesar de comer obsessivamente, ela tem tanto medo de ganhar peso que acaba provocando vômito, tomando laxantes ou fazendo exercício compulsivamente. Às vezes eles alternam seus hábitos com períodos de anorexia, evitando alimentos de uma forma não saudável para controlar seu peso. A pessoa de peso normal, apesar de aparentar ser normal, pode ser obcecada com comida, pensando constantemente sobre o que comer ou no quanto pesa. O assunto de comida em geral é um sofrimento para eles; estão sempre contando calorias compulsivamente e comendo sem prazer.


Vício de comer - Há alguma esperança de recuperação?
O vício de comer é uma condição séria com muitas consequências negativas à saúde. Obesidade, distúrbios psicológicos, diabetes e anomalias gástricas são apenas alguns exemplos.

O primeiro passo para a recuperação é, naturalmente, reconhecer e aceitar o problema. Clinicamente, os indivíduos devem identificar quais alimentos – chamados de gatilhos - causam os sintomas alérgicos e desejos.

Não há nenhuma maneira fácil para combater o vício alimentar; esse processo exige disciplina intensa para modificar os padrões alimentares e o estilo de vida. Um programa manejável de exercício deve ser adotado, assim como mudanças alimentares que podem ser mantidas. Tentativas ambiciosas para mudar os padrões alimentares bruscamente ou para perder peso rapidamente raramente têm sucesso a longo prazo.

A dependência fisiológica e psicológica de alimentos pode ser vencida quando o indivíduo reconhece que não pode combater esse vício sozinho. Eles devem olhar para Deus, pois só Ele é capaz de fornecer ajuda e cura nessa área e em todas as áreas do desamparo humano. "...porque eu sou o SENHOR que te sara" (Êxodo 15:26 b). Deus se importa com o nosso bem-estar físico e com o nosso relacionamento espiritual com Ele. Só em Deus podemos encontrar saúde, cura e recuperação. "Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma" (3 João 2).

Encontre ajuda duradoura!



O que você acha?
Todos nós pecamos e merecemos o julgamento de Deus. Deus, Pai enviou o Seu único Filho para satisfazer o julgamento por aqueles que creem nEle. Jesus, o Criador e eterno Filho de Deus, viveu uma vida sem pecado e nos ama tanto que morreu pelos nossos pecados, tomando sobre Si o castigo que nós merecemos, foi enterrado, e ressuscitou dos mortos, de acordo com a Bíblia. Se você realmente crê e confia nisso de coração, e escolher receber a Jesus como o seu único Salvador, declarando, "Jesus é o Senhor", você será salvo do julgamento e passará a eternidade com Deus no céu.

Qual a sua resposta?

Sim, eu quero seguir Jesus

Eu já sou um seguidor de Jesus

Ainda tenho dúvidas





Como posso conhecer a Deus?




Se você morresse, por que Deus deveria deixar você entrar no céu?


Direito Autoral © 2002-2020 AllAboutLifeChallenges.org, Todos os Direitos Reservados